• Hildebrando Couto Santos

Quebrar os ciclos de ferir e culpar



Identificamos quando nos falta poder pessoal quando nós precisamos desrespeitar os outros para nos sentirmos fortes.


Empodeiramento é quando as minha atitudes comigo mesmo me fortalecem contra minha próprias mazelas e limitações, e assim não preciso competir com ninguém, e as minhas mudanças e atitudes também fortalecem os outros.


Um homem empoderado acima de tudo tem plena confiança na sua masculinidade, e para isso aprendeu com o exemplo e modelos de outros da sua linhagem masculina. É aquele que também valoriza e respeita a sensibilidade e os cuidados consigo mesmo, porque só assim aprende a respeitar o outro e o feminino. E esta é a grande dificuldade da maioria de nós homens, que também não confiam no feminino.


Os homens, para superarem esta dificuldade precisam passar por momentos de grandes aprendizagens com outros homens, uma iniciação, ritos de passagem, para que possamos liberar o "menino" e dar lugar para o "homem". Nas sociedades atuais ficamos meninos por longo tempo, e não encontramos formas nem modelos nem ritos que nos permita desapegar e se entregar a um modelo de masculino sagrado e curado.


De outro lado, uma mulher é empoderada quando é forte pelas suas atitudes e nunca por ser autoritária, desconfiada ou desacreditada do masculino. Aprendeu a confiar na sua linhagem feminina.


Definitivamente, não somos empodeirados quando precisamos culpar e ferir os outros.


Quebramos os ciclos de violência e desrespeito quando passamos a cuidar do que precisamos valorizar em nós sem desvalorizar ou vingar ninguém.



#sagradomasculino

#sagradofeminino

#masculinosagrado

#femininosagrado

#sagradocaminhomasculino

#sagradocaminhofeminino

#autoconhecimento




ATENDIMENTOS ONLINE E TAMBÉM PRESENCIAL (nas cidades de Porto Alegre/RS, São Leopoldo/RS, Novo Hamburgo/RS, Sapiranga/RS e Araricá/RS)

Me segue lá no Instagram e acompanhe os textos e artigos diários: INSTAGRAM

© 2018 by Hildebrando Couto Stos  - Whats (51) 998 740 030